ponto.por.ponto

“A Aia” – Eça de Queirós

Posted on: 18 Março 2007

Era uma vez um rei que partiu em direcção a batalhas que se travariam em longínquas terras, deixando sozinha no reino a sua mulher, a rainha, com um filho nos braços.
Algum tempo depois um dos seus cavaleiros trouxe a trágica notícia da morte do rei deixando a rainha desolada, chorando pela criança ainda tão pequena e já com tantos inimigos por causa da sucessão ao trono.
Um dia o tio do menino, um desses terríveis inimigos, desceu do seu castelo com os seus guardas pronto para matar o pequeno príncipe. A aia do menino, que tinha um filhinho ainda bebé, amava tanto o pequeno príncipe que trocou os bebés pondo o seu filho no berço de marfim e o outro no berço de verga. Nesse mesmo instante entrou o maldoso tio que dirigindo-se ao berço real pegou no bebé e desapareceu. Quando a rainha entrou no quarto e viu o berço do seu filho vazio, começou a chorar. A aia, muito triste, destapou o outro berço e mostrou à rainha a criança que lá se encontrava. A rainha ficou muito agradecida e decidiu oferecer todas as riquezas do tesouro real que ela escolhesse. A escrava no meio de tanta riqueza e brilho mas tão desgostosa pela morte do seu bebé pegou numa adaga e matou-se dizendo :
– Salvei o meu príncipe. Agora vou dar de mamar ao meu filho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: