ponto.por.ponto

Dia dos Namorados

Posted on: 13 Fevereiro 2009

Excerto de “Antes de Começar”, de Almada Negreiros

A BONECA – E eu sou tão pequenina! P’ra que me deram um coração tão grande?…

O BONECO – Deus fez-nos um coração p’ra não sermos tão pequenos como nós…

A BONECA – Mas é que não tenho forças p’ra ele! Ele é grande de mais p’ra mim! Tu já reparaste bem como eu sou pequenina?

O BONECO – Tu és do tamanho dos que têm coração.

A BONECA – Ah!… é assim, juro-te, é exactamente assim como tu estás a dizer!… mas a hora não chega!… Eu saberei esperar… mas o tempo não espera!..

O BONECO – Assim, é não saber esperar!

A BONECA – Eu por mim não me importo… mas o coração?

O BONECO – O coração espera por nós!

A BONECA – Mas tu não vês que eu sou pequenina… que não tenho forças… que eu não sou como o mar que não se gasta!… tu não vês que eu passo depressa?

O BONECO – Por mais depressa que passes, o teu coração espera por ti… o teu coração não espera mais ninguém… Se tu não vieres, o teu coração não espera mais ninguém… Se tu não vieres nunca, o teu coração não conta, não ouve. É como se não tivesse havido coração. Por mais depressa que passes, dá-te inteira ao teu coração… Porque só sabe do tempo quem não traz coração… o tempo é pecado de quem não sabe amar!!!

A BONECA – Ah!… é assim, juro! É exactamente assim que bate o coração!

O BONECO – Acredita no coração! Ele sabe de cor o que quer!… Não foi necessário ao coração ir aprender o que queria… A nossa cabeça é que precisa de aprender o que quer o coração!

A BONECA – É assim que bate o coração…

O BONECO – O coração nunca está só… O nosso coração é nosso, ele não pode viver sem aquele a quem pertence… ele espera por nós!

A BONECA – Às vezes, a cabeça quer ser mais do que o coração… e fica de costas viradas p’ro coração!

O BONECO – A cabeça não deve ser senão o que o coração quiser! Nunca é o coração que nos falta, somos nós que faltamos ao coração!

A BONECA – Ah!… é assim, juro, é assim que bate o coração!…

O BONECO – Só não entende o coração quem não sabe escutá-lo… ele está sempre a contar aquela hora por que se espera… aquela hora que existe p’ralém da sabedoria… e que tem a forma simplicíssima dum coração natural!…

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: